Rádio Metropolitana Manaus

Notícias

Inundado, Aeroporto de Porto Alegre suspende voos por tempo indeterminado

Inundado, Aeroporto de Porto Alegre suspende voos por tempo indeterminado

O aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, emitiu nesta segunda-feira (6) um aviso internacional sobre a suspensão de voos por tempo indeterminado. Imagens mostram pista alagada e água alcança escadas rolantes dentro do prédio.

O que aconteceu

Aviso tem data até 30 de maio. Em nota, a Fraport Brasil, que administra o aeroporto, diz que não há previsão de retomada das operações.

Aeroporto teve áreas alagadas já na sexta-feira (3), quando pista e pátio foram atingidos. Na ocasião, operações de pouso e decolagens foram suspensas e companhias aéreas cancelaram voos.

Aviso tem a finalidade de divulgar alterações e restrições temporárias que impactam operações aéreas. Documento se destina às empresas e instituições relacionadas à aviação.

Concessionária acompanha situação. A Fraport afirma ainda que está em contato com a Defesa Civil, autoridades e companhias aéreas para monitorar a situação do aeroporto.

Aeroporto fechado causa problema de abastecimento na cidade, diz prefeito. Segundo Sebastião Melo (MDB), a Base Aérea de Canoas torna-se o principal ponto de entrada de cargas por meio aéreo com o fechamento do aeroporto da capital.

“Não vamos ter voo de passageiros, portanto, o Rio Grande do Sul fica ilhado. Tem muita gente [no estado]. Turistas, pessoas que vieram para a Serra ou a negócios e não conseguiram sair. Isso também é um problema a mais”, disse Sebastião Melo, prefeito de Porto Alegre, em entrevista à GloboNews.

Nota da Fraport Brasil

“A Fraport Brasil informa que as operações no Porto Alegre Airport seguem suspensas por tempo indeterminado. Para cumprir a legislação aeroportuária, hoje (6), foi emitido um NOTAM (Notice to Airman) com data final em 30/5, que se trata de um documento, reconhecido internacionalmente, que tem a finalidade de divulgar alterações e restrições temporárias que possam ter impacto nas operações aéreas. Este aviso se destina às empresas e instituições relacionadas à aviação e pode ser alterado a qualquer momento. Esclarecemos que não há previsão de retomada das operações”.

Prefeitura decreta racionamento de água

Decreto diz que água deve ser usada exclusivamente para abastecimento e consumo pessoal. O texto foi publicado em edição extra do Diário Oficial da cidade nesta segunda-feira (6).

Prefeitura pede para evitar lavagens de carros, calçadas e fachadas. A orientação também vale para regas de jardins e gramados, além do uso em salões de beleza, clínicas estéticas, academias e banho e tosa de animais.

Chuvas deixaram mais de 80 mortos no RS

A Defesa Civil informou que subiu para 83 o número de mortos em razão das fortes chuvas que atingem o Rio Grande do Sul. A atualização é da manhã desta segunda-feira (6).

Mais de 850 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas no estado. São 111 desaparecidos e 276 feridos, segundo o boletim da Defesa Civil Estadual. Ao menos ficaram 121.957 desalojadas e 19.368 estão em abrigos.

Dos 497 municípios gaúchos, 345 sofreram alguma consequência dos temporais. Na região metropolitana de Porto Alegre, a água deixou pessoas ilhadas e fechou hospitais em Canoas. O clima é de “zona de guerra”.

Nível do Guaíba era de 5,27 metros, às 8h, desta segunda. Os dados são da régua da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), Serviço Geológico do Brasil (SGB) e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). No sábado (4), ele já havia superado a marca atingida no ano de 1941 (de 4,76 metros de altura), quando inundou grande parte do centro da capital gaúcha.

Fonte: UOL

Talvez você goste também