Rádio Metropolitana Manaus

Notícias

Após atacar institutos concorrentes de Durango, Confe pede explicações a Liliane Maia

Após atacar institutos concorrentes de Durango, Confe pede explicações a Liliane Maia

O Conselho Federal de Estatística (Confe) requereu informações sobre o estatístico responsável pelas análises feitas pelo site RealTime1 nesta sexta-feira (28). Os institutos de pesquisas vítimas da perseguição realizada pelo site, com análise fakes sobre os estudos publicados, ingressaram com denúncias a autarquia federal, a Associação Brasileira de Empresas de Pesquisas (Abep) e à Justiça comum.

O documento assinado pelo presidente do Confe, Luiz Carlos da Rocha, é endereçado à Diretora Executiva do RealTime1, Liliane Maia. Além da identidade do estatístico, a autarquia pede que informem a metodologia e o programa utilizado para coleta e resultados dos dados utilizados nas análises fakes sobre os estudos dos Institutos de Pesquisas realizadas pelo site. Os institutos atacados também pediram um posicionamento do Confe a respeito do assunto.

O próprio site se contradisse a respeito dessas análises. Em um primeiro momento, ele atribuiu-as aos jornalistas que trabalham no local, depois a uma figura de estatístico que não teve o nome divulgado e até a tecnologia de inteligência artificial (IA). O Confe exige que o RealTime1 revele quem é o estatístico.

O modo como o site age, questionando todos os institutos de pesquisas que fazem estudo em Manaus, abre um precedente perigoso para descredibilizar organizações que realizam um trabalho essencial e que é uma ferramenta democrática.

‘Dobradinha’ entre Durango e advogado do Avante

No final do ano passado, o empresário Durango Duarte informou que não iria realizar pesquisas eleitorais para a Prefeitura de Manaus no primeiro semestre de 2024. Coincidentemente, as análises fakes do RealTime1 começaram assim que os estudos foram sendo divulgados. É preciso ressaltar que Durango e Liliane Maia são amigos de décadas e mantêm estreita relação.

Além disso, o advogado do Avante, Vitor Jose Borghi, aparenta ter uma certa “sintonia” com o site RealTime1. Isso porque onde o analista fake do site informa que pode ter alguma irregularidade, o representante do partido entra com um pedido na Justiça alegando a suposta falha, logo em seguida. É como se o RealTime1 antecipasse e guiasse os passos do advogado, até mesmo nos pedidos de aplicação de multas. Exemplo disso, é que no dia 26 de março, o portal “cantou a pedra” dos movimentos do advogado do Avante e no dia 1º de abril, os pedidos alegados na matéria foram concretizados.

As pesquisas que o advogado do partido não entrou na Justiça para ter acesso aos dados e, até mesmo barrar a veiculação, foram as que mostram o prefeito David Almeida à frente da corrida para a Prefeitura de Manaus.

RealTime1 nunca falou da Perspectiva

O RealTime1 nunca questionou os estudos feitos pelo Instituto Perspectiva de Durango Duarte. Ele chegou a revelar, em live do YouTube, que as pesquisas realizadas pelo instituto são feitas por telefone.

Em compensação, o site adota uma postura de pré-julgamento em relação aos levantamentos feitos pelos outros institutos concorrentes, colocando a credibilidade das pesquisas eleitorais realizadas em Manaus em cheque. Os estudos são uma das ferramentas democráticas mais importantes do processo eleitoral.

Pesquisa mais cara

A pesquisa eleitoral mais cara do Brasil é de Manaus. A jornalista Liliane Maia contratou a Quaest por R$ 102,4 mil para realizar o estudo para a Prefeitura. Os dados foram levantados pelo Portal O Poder no Sistema de Registro de Pesquisas Eleitorais (PesqEle) do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Além do valor alto, a pesquisa não divulgou a opção “rejeição dos candidatos”, importante parâmetro quando se realiza um estudo eleitoral. Sem grandes surpresas, o levantamento mostrou David Almeida à frente da corrida eleitoral, ignorando uma possível rejeição.

A pesquisa teve baixa repercussão, o que levou o empresário Durango Duarte a fazer uma live no Youtube analisando dados de um estudo feito por ele que, por coincidência, bateu com os dados apresentados pelo instituto de pesquisa. A live foi uma tentativa de “levantar” a pesquisa para que haja mais repercussão.

Confira a decisão Confe

Talvez você goste também